Os Super Gorrila uniram-se para extrapolar a ideia de arte institucionalizada criada por especialistas para uma fracção muito específica da sociedade.

Através de desvios à retórica quotidiana urbana e de incursões nos diversos mecanismos de representação, os Super Gorrila apropriaram-se do conceito de marketing viral, para estruturar as suas intervenções artísticas, apontando para um espaço social mais alargado e diverso, interrompendo percursos despreocupados com apontamentos cuidados e acutilantes criando o rumor de um novo produto ou serviço, neste caso especifico, Arte.

Uma Arte que procura o encontro, a comunicação e a partilha, que pesquisa variações formais do existente para reinventar, reintroduzir e re-apresentar o mundo ao mundo. Fazer igual mas de outra maneira.

SUPER GORRILA a obrar desde 2009.

supergorrilas@gmail.com

domingo, 11 de julho de 2010

Álbum Super Gorrila - Desconcerto Fajuto


Está para breve o lançamento do primeiro álbum plástico dos Super Gorrila.
Recheado de exuberantes paisagens sonoras (termo moderno que se infiltrou no contemporâneo), este álbum resulta de uma apurada interpenetração por entre as várias camadas do tecido social.

Aqui fica o nosso primeiro single "Oh Santiago! Queres vir ao meu Quarto? Queres, queres?" com a belíssima interpretação de Maria da Lojinha, acompanhada pelo marceneiro saxofonista Zé Miguel Santiago o pelo coro infanto-juvenil Os Gaivotos.

video

Super Gorrila, a criar êxitos dignos das melhores playlists.

Um comentário:

  1. gostei mais quando a gaivota disse 'AIAIAIAI'

    foi uma fala extraordinária.

    ResponderExcluir